Muitas pessoas confundem qualidade de segurado com carência e vice-versa, ou até mesmo desconhecem o significado de cada uma das expressões. Apesar de esses termos não aparentarem ter tanta importância quando se fala em benefícios do INSS, saiba que é bastante comum segurados terem benefícios negados justamente por causa desses “dois caras”. Neste artigo vamos explicar o que é qualidade de segurado e por que ela é tão importante.

A qualidade de segurado é o elo que mantém o indivíduo ligado ao INSS. Isso significa dizer que o segurado continua com direito à obtenção de benefícios ainda que fique por certo tempo sem pagar contribuições ao sistema previdenciário.

No entanto, esse período é limitado. A lei traz prazos para diferentes hipóteses. Vou citar apenas as mais comuns e explicar uma das consequências graves que a perda dessa qualidade pode gerar na vida do indivíduo.

a) Caso o trabalhador pare de pagar as contribuições, ele manterá esse elo por mais 12 meses com o INSS. Essa é a regra geral.
b) Porém, se ele já tiver pago mais de 120 contribuições mensais ou comprovar que está desempregado, ele manterá o elo com o INSS por 24 meses;
c) se ele tiver pago mais de 120 contribuições e comprovar que está desempregado, ele manterá o elo por 36 meses.

Agora vou citar um exemplo prático de como isso pode gerar consequências graves para uma pessoa:

Suponha que o José é mecânico, possui a própria oficina e tenha ficado mais de um ano sem contribuir. Logo em seguida, apareceu um sério problema na coluna que o deixou inválido para a profissão. A perícia do INSS constatou que ele estava inválido e ele já tinha um número de contribuições suficientes para uma aposentadoria por invalidez. Ainda assim o benefício será negado porque quando surgiu a doença ele não tinha a qualidade de segurado.

Viu a importância de manter essa qualidade?

Se você está há um certo tempo sem contribuir para o INSS, não deixe de contratar uma consultoria especializada para analisar sua situação e orientá-lo sobre as medidas que deve adotar para manter-se vinculado ou retomar seu vínculo junto ao INSS, pois como vimos as consequências podem ser irreversíveis.


Leave a Reply

Your email address will not be published.